Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Amós Oz e David Grossman avançam para a shortlist do Man Booker International Prize 2017

Imagem
Os dois escritores israelenses, Amós Oz e David Grossman, passaram da longlist (treze finalistas) para a shortlist (seis finalistas) do Man Booker International Prize, versão 2017. Amós Oz concorre com "Judas" (ler aqui resenha do Mundo de K) e David Grossman com "A Horse Walks Into a Bar", traduzido no Brasil como "O inferno dos outros" (ler aqui resenha do Mundo de K).

Ficaram pelo caminho alguns nomes muito fortes tais como: o albanês Ismail Kadare e o chinês Yan Lianke, ambos sempre lembrados para o Nobel de Literatura e com romances lançados no Brasil. O meu azarão favorito é a argentina Samanta Schweblin, já conhecia o trabalho dela por meio da antologia de contos "Pássaros na boca" (ler aqui resenha do Mundo de K). Dos seis finalistas, apenas os romances de Amós Oz e David Grossman foram publicados no Brasil. Segundo o procedimento da premiação, o valor de de 50.000 libras é dividido igualmente entre autor e tradutor. Segue a shortlist com…

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

Imagem
Ainda não se escreveu nada mais moderno do que Ulysses e suponho também que nenhum escritor conseguiu chegar tão perto do pensamento feminino quanto James Joyce o fez naquelas páginas finais de seu romance revolucionário, em um fluxo de consciência de dezenas de páginas ininterruptas, onde descreveu sem uma única vírgula, travessão ou parágrafo, o turbilhão de pensamentos de sua personagem Molly Bloom, instantes antes de dormir. É importante notar que o livro tem como base um dia na vida de Leopold Bloom, sua esposa Molly e seu amigo Stephen Dedalus em 16 de junho de 1904 e é formado por 18 episódios que espelham a Odisseia de Homero com diferentes técnicas narrativas, sendo o fluxo de consciência de Molly Bloom uma das mais marcantes. 

Um sinal da importância deste episódio na tradição literária ocidental é o fato de Caetano Galindo, professor de Linguística Histórica na Universidade Federal do Paraná e doutor em Linguística pela USP, responsável pela terceira tradução de Ulysses publ…

Bob Dylan - Letras (1961-1974) - Volume 1

Imagem
Bob Dylan - Letras (1961-1974) - Volume 1 - 648 Páginas - Editora Companhia das Letras - Tradução de Caetano Waldrigues Galindo - Lançamento no Brasil: 29/03/2017.
Um livro obviamente indispensável para os fãs de Dylan, mas também importante para entender os critérios que nortearam a decisão da Academia Sueca ao escolhê-lo para receber a mais alta honraria concedida a um escritor ou poeta vivo, o Nobel de Literatura 2016, uma decisão polêmica que foi questionada por muitos romancistas, poetas ou simplesmente puristas da literatura tradicional. Esta edição bilíngue é dividida em dois volumes e cobre toda a carreira e discografia do cantor e compositor em ordem cronológica, inclusive com algumas canções inéditas lançadas apenas em álbuns ao vivo. O primeiro volume compreende o período de 1961 até 1974 com alguns clássicos que marcaram a história do Rock como: "Blowin' in the Wind", "Like a Rolling Stone", "Mr. Tambourine Man" e "The Times They Are A…

O anime completa 100 anos

Imagem
A origem da expressão "anime", que define um tipo de animação muito comum no Japão, não é clara, podendo ter sido adaptada da palavra inglesa animation (animação) ou da palavra francesa animé (animado), mas o fato é que os personagens de olhos grandes e colorido forte ganharam grande popularidade no ocidente, contando com produções para gêneros tão distintos quanto comédia, ficção científica e até erótico. Uma variação dos animes é o mangá, o famoso estilo dos quadrinhos japoneses que influenciou diversas formas de expressão artística em todo o mundo. Contudo, é mesmo no Japão que o anime se tornou uma fixação popular tão forte que acabou criando o fenômeno "cosplay", costume de se transformar em um personagem com interpretação, maquiagem e vestuário próprios.

Para comemorar os 100 anos da criação do anime, marcados pela produção "The Dull Sword" em 1917, realização de Junichi Kôuchi, o Núcleo de Cinema do Museu Nacional de Arte Moderna de Tóquio disponibi…

Jonathan Shaw - Scab Vendor

Imagem
Jonathan Shaw - Scab Vendor: Confessions of a Tattoo Artist - 488 Páginas - Turner Publishing Company - Lançamento: 21/03/2017 (inédito no Brasil).

O multitalentoso artista e escritor Jonathan Shaw é um ícone da cultura underground norte-americana, filho do lendário clarinetista e bandleader Artie Shaw e da estrela de cinema Doris Dowling, ficou mundialmente famoso por ter sido o fundador e proprietário do Fun City Tattoo Studio em Nova York e editor da pioneira revista International Tattoo Art Magazine, tornando-se amigo de artistas e músicos famosos como: Johnny Depp, Dee Dee Ramone, Johnny Winter, Iggy Pop e Max Cavalera, para citar somente alguns. Uma prova de sua influência no meio artístico é o privilégio de ter uma ilustração de Robert Crump na capa de seu livro. No entanto, apesar de ter alcançado tamanho reconhecimento e popularidade na carreira de tatuador, abandonou tudo para se dedicar à atividade de escritor em tempo integral e acumular experiência em viagens com sua moto…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...