20 classificações de livros segundo Italo Calvino

Italo Calvino (1923 - 1985) no seu excelente "Se um Viajante numa Noite de Inverno" faz do leitor o principal protagonista em uma narrativa fantástica que se aproxima muito do estilo de Jorge Luis Borges. O tema principal é a própria literatura e seus diversos estilos, desde os romances clássicos até o experimentalismo de vanguarda.

A história tem início no momento em que o leitor entra na livraria para comprar o novo livro de Italo Calvino e, neste momento, se depara com uma infinidade de opções de leitura. O blog Horas Serenas me chamou a atenção para as hilárias classificações de Calvino que conseguiu representar muito bem a angústia do leitor em uma livraria diante de tantas opções e uma vida tão curta.

01. Livros que você não leu;

02. Livros cuja leitura é dispensável;

03. Livros para outros usos que não a leitura;

04. Livros já lidos sem que seja necessário abri-los;

05. Livros já lidos antes mesmo de terem sidos escritos;

06. Livros que, se você tivesse mais vidas, leria de boa vontade;

07. Livros que tem a intenção de ler mas antes deve ler outros;

08. Livros caros e podem esperar serem vendidos na metade do preço;

09. Livros idem quando forem reeditados em coleções de bolso;

10. Livros que poderia pedir emprestados a alguém;

11. Livros que todo mundo leu e é como se você também tivesse lido;

12. Livros que há tempos você pretende ler;

13. Livros que procurou durante vários anos sem ter encontrado;

14. Livros que dizem respeito a algo que o ocupa neste momento;

15. Livros que deseja adquirir para ter perto em qualquer circunstância;

16. Livros que gostaria de separar para ler neste verão;

17. Livros que faltam para colocar ao lado de outros em sua estante;

18. Livros que inspiram curiosidade frenética, não justificada;

19. Livros que você leu há muito tempo e que já seria hora de reler;

20. Livros que sempre fingiu ter lido e já seria hora de lê-los de fato.

14 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

My Question for Myself

As 20 melhores distopias da literatura

Hilda Hilst - Da poesia

As 20 melhores utopias da literatura

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

O Idiota - Fiódor Dostoiévski