Radiohead no Rio

O show de ontem na praça da Apoteose foi perfeito, inesquecível mesmo. Thom Yorke (vocais, guitarra, piano), Jonny Greenwood (guitarra), Ed O'Brien (guitarra), Colin Greenwood (baixo, sintetizador) e Phil Selway (bateria, percussão) mostraram que o Radiohead é a única banda de rock da atualidade que ainda consegue unir criatividade com energia, fazendo dos recursos eletrônicos apenas mais uma ferramenta de trabalho e não um fim em si mesmo. A apresentação demonstrou grande respeito com o público carioca, pois toda a banda tocou por mais de duas horas, incluindo algumas canções de albuns antigos, como "se fosse a primeira vez".

O show foi baseado no último “In rainbows” (2007), mas contou com várias músicas do premiado “Ok computer” (1997) e um final arrepiante com a maravilhosa “Creep” do primeiríssimo “Pablo honey” (1993). Os efeitos de som e luz não deixaram nada a desejar, com destaque para a mistura de imagens dos integrantes da banda com ângulos variáveis ao longo de toda a apresentação. Aconselho acompanhar a versão de São Paulo que será transmitida amanhã (22/03) à partir de 20:30 pelo canal Multishow.

Mais sobre o Radiohead no Mundo de K: Radiohead - OK Computer

30 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura argentina

As 20 melhores distopias da literatura

My Question for Myself

As 20 melhores utopias da literatura

Objeto de Desejo

O Idiota - Fiódor Dostoiévski