Julian Barnes - Booker Prize 2011

Prêmios Literários

O escritor inglês Julian Barnes, 65 anos, ganhou o Man Booker Prize da melhor obra de ficção, publicada em 2011, por um autor do Reino Unido, da República da Irlanda ou dos países da Comunidade Britânica, com o romance "The Sense of an Ending" (A percepção de um fim). Ele era o favorito para receber o prêmio de 50 mil libras (aproximadamente R$ 139 mil), pois já havia sido indicado anteriormente com "O Papagaio de Flaubert" (1984), "Inglaterra, Inglaterra" (1998) e "Arthur and George" (2005) - ler postagem do Mundo de K sobre os finalistas aqui.

Julian Barnes explica  o seu romance como um livro sobre "o tempo e a memória e sobre o modo como o tempo afeta a memória". É a história de um homem que enfrenta o seu passado ao receber um antigo diário de escola.

Segue a Bibliografia de Julian Barnes:

2011 The Sense of an Ending, Cape
2011 Pulse, Cape
2008 Nothing To Be Frightened Of, Cape
2005 Arthur and George, Cape
2004 The Lemon Table, Cape
2003 ThePedant in the Kitchen, Atlantic Books
2003 Mortification: Writers' Stories of their Public Shame, Fourth Estate
2002 Something to Declare: French Essays, Picador
2002 In the Land of Pain / Alphonse Daudet, editor and translator, Cape
2000 Love, etc, Cape
1998 England, England, Cape
1996 Cross Channel, Cape
1995 Letters from London 1990-95, Picador
1992 The Porcupine, Cape
1991 Talking It Over, Cape
1989 A History of the World in 10 1/2 Chapters, Cape
1987 Going to the Dogs, as Dan Kavanagh, Viking
1986 Staring at the Sun, Cape
1985 Putting the Boot In, as Dan Kavanagh, Cape
1984 Flaubert's Parrot, Cape
1982 Before She Met Me, Cape
1981 Fiddle City, as Dan Kavanagh, Cape
1980 Metroland, Cape
1980 Duffy, as Dan Kavanagh, Cape
2 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

20 frases que mostram como o xadrez não é um jogo

As 20 melhores distopias da literatura

Paul Auster avança para a shortlist do Man Booker Prize 2017

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 capas de discos que marcaram época

Sheyla Smanioto - Desesterro