Centenário de Jorge Amado

Literatura brasileira
Se estivesse vivo, Jorge Amado completaria 100 anos no dia 10 de agosto. Muitas informações sobre a agenda de eventos comemorativos estão disponíveis no site especial Centenário de Jorge Amado e no site da Fundação Casa de Jorge Amado.

Todos os romances de Jorge Amado foram reeditados, à partir de 2008, pela Companhia das Letras com novo projeto gráfico, inclusive com edições especiais. A editora disponibilizou cadernos de leituras em apoio à atividade dos professores: O universo de Jorge Amado e A literatura de Jorge Amado.

A obra de Jorge Amado nem sempre foi devidamente reconhecida pela crítica literária brasileira, talvez devido ao sucesso de público de seus romances ou em decorrência das adaptações para cinema, teatro e televisão, mas isso só comprova que o sucesso de público não é incompatível com o valor artístico. Jorge Amado é atemporal e universal, como todo grande autor deve ser, e não é por acaso que seus livros foram traduzidos em 49 idiomas.

Como eu sempre digo, a melhor maneira de homenagear um autor é lendo ou relendo seus romances.  Muitos deles fizeram parte da minha história de leitor, lembro especialmente de Tereza Batista Cansada de Guerra que marcou muito a minha passagem da infância para a adolescência, mas cada um tem o seu romance inesquecível de Jorge Amado. Qual é o seu?
  
Literatura brasileira
Caixa As mulheres de Jorge Amado reunindo Gabriela, cravo e canelaDona Flor e seus dois maridos, Tieta do Agreste e Tereza Batista cansada de guerra.
7 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

Miriam Mambrini - Pássaros Pretos

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores utopias da literatura

Orhan Pamuk - Uma Sensação Estranha

20 personagens femininas da literatura mundial