Man Booker International Prize 2015

László Krasznahorkai

O húngaro László Krasznahorkai é o vencedor do Man Booker International Prize 2015, premiação criada em 2004 no valor de 60.000 libras e atribuída a cada dois anos pelo conjunto da obra do autor. As versões anteriores já contemplaram escritores consagrados como: Lydia Davis, Philip Roth, Alice Munro, Chinua Achebe e Ismael Kadare. Não confundir com o Man Booker Prize for Fiction, de periodicidade anual e específico para um romance, que terá a sua longlist anunciada em 29 de julho de 2015.

László Krasznahorkai é um desconhecido em nosso país e entre suas obras mais famosas estão "The Melancholy of Resistance", de 1989, e "Satantango", de 1985. Quem sabe agora alguma editora local não se interessa em traduzir (de preferência em tradução direta) e publicar o húngaro no Brasil.

Nesta edição, a organização escolheu quatro africanos entre os dez finalistas, incluindo o moçambicano Mia Couto, vencedor do Prêmio Camões em 2013. Ver abaixo a relação completa dos dez finalistas com links para as respectivas biografias no portal do Man Booker Prize:

César Aira (Argentina);
Hoda Barakat (Líbano);
Maryse Condé (Guadalupe);
Mia Couto (Moçambique);
Amitav Ghosh (Índia);
Fanny Howe (Estados Unidos);
Ibrahim al-Koni (Líbia);
Lázló Krasznahorkai (Hungria);
Alain Mabanckou (República do Congo);
Marlene van Niekerk (África do Sul).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

20 frases que mostram como o xadrez não é um jogo

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores utopias da literatura

20 personagens femininas da literatura mundial

As 20 obras mais importantes da literatura francesa