Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Três poemas de Iosif Landau

Imagem
Hoje faria aniversário o escritor e poeta Iosif Landau (Bucareste/Romênia, 30/04/1924 – Rio de Janeiro/RJ, 14/08/2009). Ele veio para o Brasil em 1940. Formou-se em engenharia, casou-se com Lia, em 1950, e teve quatro filhos — Luiz, Sérgio, Roberto e Elena. Aposentou-se e começou a escrever aos 70 anos de idade. As três poesias abaixo foram publicadas no site das Escritoras Suicidassob o pseudônimo de Dominique Lotte. Para saber mais sobre a biografia e obra de Iosif Landau, recomendo ler esta incrível entrevista de 2007 no site Germina Revista de Literatura e Arte para ninguém menos do que Rodrigo de Souza Leão ou o site das Escritoras Suicidas com uma ótima biografia e alguns poemas (que utilizei aqui), mais uma relação dos seus livros publicados em vida.

pai
(Iosif Landau)

meu pai iniciou a vida
como convinha
foi criança, foi miúdo
bem cuidado e com saúde
viu o sol raiar, o sol se pôr
e com certeza ficou encantado
e sem se dar conta
viu-se de repente crescido
suas roupas encolhidas
a…

Os cães coloridos, dois poetas brasileiros que não podemos esquecer

Imagem
A vida de Rodrigo de Souza Leão (1965-2009), escritor, jornalista, músico e pintor carioca, foi muito curta para tanto talento acumulado. Ficou conhecido pelo seu livro "Todos os Cachorros são Azuis" (Editora 7Letras, 2008) quando foi selecionado entre os 50 finalistas do Prêmio Portugal Telecom, edição 2009. Ele recebeu aos 17 anos o diagnóstico de esquizofrenia paranoide, agravada por transtorno obsessivo compulsivo, mas isso não foi obstáculo para a sua criação artística, muito pelo contrário, porque, estranhamente consciente de suas “limitações” psíquicas, ele atingiu um grau de lucidez surpreendente, mesmo tendo passado a maior parte de sua vida fechado em um apartamento. Rodrigo não é tão conhecido por sua poesia, mas o pequeno exemplo abaixo mostra a sua força de poeta.

EU
(Rodrigo de Souza Leão)

Morri sem conhecer Rodrigo
Há quem diga que ele
Olhava muito o próprio umbigo

Mas não é isso não
Tinha fome de Leão
Queria tudo agora

Foi
Chegada a hora

O pernambucano José Alb…

Amós Oz e David Grossman avançam para a shortlist do Man Booker International Prize 2017

Imagem
Os dois escritores israelenses, Amós Oz e David Grossman, passaram da longlist (treze finalistas) para a shortlist (seis finalistas) do Man Booker International Prize, versão 2017. Amós Oz concorre com "Judas" (ler aqui resenha do Mundo de K) e David Grossman com "A Horse Walks Into a Bar", traduzido no Brasil como "O inferno dos outros" (ler aqui resenha do Mundo de K).

Ficaram pelo caminho alguns nomes muito fortes tais como: o albanês Ismail Kadare e o chinês Yan Lianke, ambos sempre lembrados para o Nobel de Literatura e com romances lançados no Brasil. O meu azarão favorito é a argentina Samanta Schweblin, já conhecia o trabalho dela por meio da antologia de contos "Pássaros na boca" (ler aqui resenha do Mundo de K). Dos seis finalistas, apenas os romances de Amós Oz e David Grossman foram publicados no Brasil. Segundo o procedimento da premiação, o valor de de 50.000 libras é dividido igualmente entre autor e tradutor. Segue a shortlist com…

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

Imagem
Ainda não se escreveu nada mais moderno do que Ulysses e suponho também que nenhum escritor conseguiu chegar tão perto do pensamento feminino quanto James Joyce o fez naquelas páginas finais de seu romance revolucionário, em um fluxo de consciência de dezenas de páginas ininterruptas, onde descreveu sem uma única vírgula, travessão ou parágrafo, o turbilhão de pensamentos de sua personagem Molly Bloom, instantes antes de dormir. É importante notar que o livro tem como base um dia na vida de Leopold Bloom, sua esposa Molly e seu amigo Stephen Dedalus em 16 de junho de 1904 e é formado por 18 episódios que espelham a Odisseia de Homero com diferentes técnicas narrativas, sendo o fluxo de consciência de Molly Bloom uma das mais marcantes. 

Um sinal da importância deste episódio na tradição literária ocidental é o fato de Caetano Galindo, professor de Linguística Histórica na Universidade Federal do Paraná e doutor em Linguística pela USP, responsável pela terceira tradução de Ulysses publ…

Bob Dylan - Letras (1961-1974) - Volume 1

Imagem
Bob Dylan - Letras (1961-1974) - Volume 1 - 648 Páginas - Editora Companhia das Letras - Tradução de Caetano Waldrigues Galindo - Lançamento no Brasil: 29/03/2017.
Um livro obviamente indispensável para os fãs de Dylan, mas também importante para entender os critérios que nortearam a decisão da Academia Sueca ao escolhê-lo para receber a mais alta honraria concedida a um escritor ou poeta vivo, o Nobel de Literatura 2016, uma decisão polêmica que foi questionada por muitos romancistas, poetas ou simplesmente puristas da literatura tradicional. Esta edição bilíngue é dividida em dois volumes e cobre toda a carreira e discografia do cantor e compositor em ordem cronológica, inclusive com algumas canções inéditas lançadas apenas em álbuns ao vivo. O primeiro volume compreende o período de 1961 até 1974 com alguns clássicos que marcaram a história do Rock como: "Blowin' in the Wind", "Like a Rolling Stone", "Mr. Tambourine Man" e "The Times They Are A…

O anime completa 100 anos

Imagem
A origem da expressão "anime", que define um tipo de animação muito comum no Japão, não é clara, podendo ter sido adaptada da palavra inglesa animation (animação) ou da palavra francesa animé (animado), mas o fato é que os personagens de olhos grandes e colorido forte ganharam grande popularidade no ocidente, contando com produções para gêneros tão distintos quanto comédia, ficção científica e até erótico. Uma variação dos animes é o mangá, o famoso estilo dos quadrinhos japoneses que influenciou diversas formas de expressão artística em todo o mundo. Contudo, é mesmo no Japão que o anime se tornou uma fixação popular tão forte que acabou criando o fenômeno "cosplay", costume de se transformar em um personagem com interpretação, maquiagem e vestuário próprios.

Para comemorar os 100 anos da criação do anime, marcados pela produção "The Dull Sword" em 1917, realização de Junichi Kôuchi, o Núcleo de Cinema do Museu Nacional de Arte Moderna de Tóquio disponibi…

Jonathan Shaw - Scab Vendor

Imagem
Jonathan Shaw - Scab Vendor: Confessions of a Tattoo Artist - 488 Páginas - Turner Publishing Company - Lançamento: 21/03/2017 (inédito no Brasil).

O multitalentoso artista e escritor Jonathan Shaw é um ícone da cultura underground norte-americana, filho do lendário clarinetista e bandleader Artie Shaw e da estrela de cinema Doris Dowling, ficou mundialmente famoso por ter sido o fundador e proprietário do Fun City Tattoo Studio em Nova York e editor da pioneira revista International Tattoo Art Magazine, tornando-se amigo de artistas e músicos famosos como: Johnny Depp, Dee Dee Ramone, Johnny Winter, Iggy Pop e Max Cavalera, para citar somente alguns. Uma prova de sua influência no meio artístico é o privilégio de ter uma ilustração de Robert Crump na capa de seu livro. No entanto, apesar de ter alcançado tamanho reconhecimento e popularidade na carreira de tatuador, abandonou tudo para se dedicar à atividade de escritor em tempo integral e acumular experiência em viagens com sua moto…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...