Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

A internet aproxima ou afasta as pessoas?

Imagem
Segundo Gonçalo M. Tavares: "O telefone foi inventado para afastar umas pessoas das outras". A bem-humorada citação é de seu livro "O senhor Henri e a enciclopédia", onde o título é uma referência ao poeta belga Henri Michaux. O autor utiliza portanto um aforismo às avessas para nos fazer refletir e, curiosamente, antecipa uma realidade semelhante à que vivenciamos hoje nas redes sociais como: facebook, twitter e instagram (sem falar nos grupos do famigerado aplicativo WhatsApp), ferramentas que foram criadas pretensamente com o objetivo de aproximar as pessoas e atingem resultado oposto na prática, ou alguém ainda duvida disso?

As imagens que abrem esta postagem são do fotógrafo Evan Baden de 2007, uma série com o título "The Illuminati" onde ele já chamava a atenção (dez anos atrás) para a relação dos jovens com os seus dispositivos móveis (smartphones, computadores, jogos etc) por meio de imagens focadas nos seus rostos iluminados pelas telas, flagrando…

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

Imagem
Ao preparar uma lista como esta, fica evidente a importância e influência dos autores franceses na cultura ocidental e o absurdo da tentativa de selecionar apenas vinte obras, deixando de fora escritores como Guy de Maupassant, André Gide, Antoine de Saint-Exupéry, Georges Bataille e Paul Valéry, sem falar nos grandes filósofos como Jean-Jacques Rousseau, Jean-Paul Sartre, Gilles Deleuze, Michel Foucault ou nomes mais contemporâneos na própria área de literatura como Emmanuel Carrère, Patrick Modiano, Jonathan Littell e Leila Slimani. Enfim, tantos outros que precisaríamos ampliar a lista ou restringir a seleção por estilos e épocas. De qualquer forma, vale o exercício para discutir literatura e fico aberto às inevitáveis críticas sobre eventuais omissões, principalmente dos amigos franceses.

(01) A Escola de Mulheres (1662) - Molière (1622-1673)

Molière libertou o teatro francês da dependência dos temas da mitologia grega ao utilizar como matéria prima para suas peças a sátira ao compo…

Hilda Hilst - Da poesia

Imagem
Hilda Hilst - Da poesia - Editora Companhia das Letras - 584 Páginas - Lançamento: 13/04/2017.
Um livro absolutamente imperdível. Tão pouco conhecida, a poesia de Hilda Hilst (1930-2004) finalmente começa a ganhar o merecido lugar de destaque na literatura brasileira. Todos os seus poemas lançados em 25 livros, desde "Presságio", de 1950, até "Cantares do sem Nome e de Partidas", de 1995, reunidos em um único volume, em uma bem cuidada edição que conta com desenhos da própria Hilda, posfácio de Victor Heringer, texto de Lygia Fagundes Telles, carta de Caio Fernando Abreu para a autora e uma entrevista que Hilda concedeu a Vilma Arêas e Berta Waldman, publicada originalmente no Jornal do Brasil em 1989. Finalmente uma seleção de versões e esboços de poemas inéditos, recolhidos na Casa do Sol e na Unicamp. Uma obra que se lê com prazer do início ao fim, mas que deve ser relida aos poucos, uma espécie de livro sagrado (e profano) para nos acompanhar por toda a vida.

Hil…

As 20 obras mais importantes da literatura argentina

Imagem
Existe uma tendência de associarmos a literatura argentina com o gênero fantástico tão presente na obras de Borges e Cortázar, mas esta seria uma definição simplista, algo como limitarmos a nossa própria tradição literária somente a Machado de Assis e Clarice Lispector. Na verdade, precisamos admitir que os nossos hermanos têm um peso e uma diversidade cultural invejável na América Latina, independente de qualquer rivalidade existente e, de certa forma, natural entre nações vizinhas. Vale lembrar que toda lista é incompleta, assim como alguns dos autores talvez merecessem a inclusão de mais de um título, mas o propósito é de divulgação e obviamente não pretende ser definitivo. Segue, em ordem cronológica de lançamento, as obras mais destacadas dos autores argentinos.

(01) Facundo (1845)
        Domingo Faustino Sarmiento (1811-1888)

O livro, considerado um marco inaugural da literatura argentina, foi escrito no exílio, no Chile, durante o governo do ditador Juan Manuel de Rosas (1829-52)…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...